Arquivo da categoria: Alimentos

Receitas veganas

Nesta sexta-feira, 1º de novembro, é comemorado o Dia Mundial do Veganismo e por que não aproveitar este momento para experimentar novos preparos?

Quiche caprese vegana

quiche-caprese-vegana1

Esta quiche com creme de castanha de caju, tomate cereja confit e pesto de manjericão serve tanto de entrada como de prato principal. A farinha de grão-de-bico é uma ótima opção para salgados veganos e ainda é sem glúten, para quem tem restrições alimentares.

Ingredientes

  • 1 xícara farinha de grã-de-bico
  • 1 xícara água
  • 1/3 xícara manjericão
  • 100 gramas tomate cereja
  • 80 gramas castanha de caju ou 2/3 xícara
  • 8 colher sopa azeite de oliva ou óleo
  • 2 colher sopa polvilho azedo
  • 1 dente alho
  • sal e pimenta do reino

Modo de preparo

  1. Deixe a castanha de molho em água quente por no mínimo 45 minutos. Pré-aqueça o forno a 200 graus C. Em um recipiente, adicionar a farinha de grão-de-bico com 1/3 de água, 2 colheres de sopa de azeite e pitada de sal. Misturar até formar uma massa homogênea. Untar uma forma pequena (15cmX15cm) com azeite e dispor a massa com os dedos. Em seguida, espetar com o garfo a massa em todos os cantos. E levar ao forno por cerca de 15 minutos ou até que esteja seca.

  2. Bater no liquidificador a castanha de caju de molho peneirada com 2/3 xícara de água, sal, pimenta do reino e o polvilho azedo até formar um liquido homogêneo.

  3. Em uma panela, refogar o alho com 1 colher de sopa de azeite de oliva até dourar e adicionar o creme de castanha, mexendo sempre até ficar bem grosso.

  4. Adicionar os tomates cerejas com sal, pimenta do reino e 1/2 colher de sopa de azeite em um recipiente e levar ao micro por 3 minutos mexendo na metade do tempo. Adicionar metade dos tomates no creme de castanha. Dispor essa mistura sobre a massa da quiche, adicionando o restante dos tomates pro cima e levar ao forno por mais 10 minutos ou até dourar bem a massa.

  5. Enquanto isso, processe o manjericão com o restante do azeite de oliva e pitada de sal. Adicione por cima da quiche o pesto e desenforme quando esfriar.

    Fonte:https://veganapratica.com

    Strogonoff de shitake com palmito

    download

    A combinação de shitake e palmito promete conquistar até os estômagos carnívoros. A sugestão acompanha arroz integral e granola salgada. O molho é feito a partir de leite de aveia caseiro.

    Ingredientes

    1 xícara de aveia em flocos finos
    2 xícaras de água em temperatura ambiente
    1/4 de xícara de molho de tomate
    1 colher de sobremesa de mostarda
    300g de cogumelos Shitake
    300g de palmito
    2 colheres de sopa de azeite
    1/2 cebola picadinha
    1 dente de alho grande

    Modo de preparo

    Leite de aveia

    Deixe a aveia de molho por meia hora e então bata bem no liquidificador. Passe numa peneira e reserve.

    Pique o shitake e o palmito e reserve. Numa panela, coloque o azeite e frite a cebola, depois acrescente o alho e deixe dourar. Diminua o fogo e coloque o shitake, misture bem, tampe e deixe cozinhar por 3 minutos. Ponha o palmito e os ingredientes restantes, com exceção do leite de aveia, misture cozinhe mais uns minutinhos. Por fim, adicione o leite de aveia, misture e deixe cozinhar por mais 3 minutos.

    Fonte: http://blogdage.com.br

    Torta de limão,chocolate e coco

    Torta-sem-glúten-de-chocolate-limão-e-coco-sem-açúcar-chubby-vegan-2-794x517

    Essa torta vegana promete uma explosão de sabores! Mais precisamente os sabores do limão,chocolate e coco. O avocado deixa o recheio mais encorpado, com um resultado sem glúten e sem açúcar.

    Ingredientes da base

    • 1 xícara de chá de uva passa branca
    • 1/3 xícara de chá de suco de limão siciliano
    • 1 1/2 xícara de chá de coco seco integral sem açúcar
    • 3/4 xícara de chá de amêndoas cruas ou qualquer outra oleaginosa crua*
    • 1 pitada de sal marinho
    • Raspas de limão siciliano

     

    Ingredientes do recheio

    • 3/4 xícara de chá de chocolate vegano 50% picadinho
    • 1 avocado maduro
    • 1/2 xícara de chá de leite vegetal ou água
    • Gotinhas de suco de limão
    • Pitada de sal marinho
    • Cranberry para finalizarInstruções

      Base:

      • Deixe a uva passa de molho no suco do limão por 30 minutos.
      • Coloque o coco e a amêndoa no liquidificador ou processador e pulse algumas vezes, até obter uma farinha. Transfira para um bowl.
      • Coloque a uva passa + o suco no liquidificador e bata bem, até obter uma pastinha. Adicione no bowl e misture bem. Caso esteja muito líquido, aguarde 5 minutos para que o coco e a amêndoa absorvam a umidade.
      • Finalize com uma pitada de sal e as raspas de limão.
      • Pressione a massa em um aro ou forma de fundo removível de 17cm. Reserve.

      Recheio:

      • Derreta o chocolate em banho maria ou microondas.
      • Coloque o avocado com o leite vegetal, suco de limão, sal e extrato de baunilha no liquidificador ou processador. Bata até obter uma pasta lisa.
      • Com a máquina ainda ligada: adicione o chocolate aos poucos, para que não se formem grumos.
      • Coloque o recheio na torta e leve à geladeira por 2h.
      • Desenforme, finalize com as cranberries e sirva

       

      Fonte: https://www.acasaencantada.com.br

     

 

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentos, Salgados, Sobremesas, Tortas

Temperos para substituir o sal nas receitas

temperos-pra-substituir-o-sal

Existem alternativas para o sal na cozinha: confira dicas de temperos para substituir o sal nas receitas e deixe seus pratos com novos sabores

Sal é o tempero básico de cozinha, mas, consumido em excesso, pode ser prejudicial à saúde. Se você quer diminuir o consumo desse ingrediente e não sabe como, confira 10 opções de temperos para substituir o sal nas suas preparações. Veja as dicas simples a seguir e surpreenda seu paladar com novos sabores!

temperos-para-substituir-o-sal

Sal de ervas

Apesar do nome, não leva sal e é extremamente saboroso! Para fazer, basta adicionar 1 colher (sopa) de manjericão, 1 colher (sopa) de orégano e 1 colher (sopa) de raspas de limão e misturar. Se as ervas forem frescas, vale processar ou misturar tudo com a ajuda de um pilão.

Sal do Himalaia (sal rosa)

Apesar de ser um tipo de sal, é mais saudável por conter uma concentração menor de sódio, uma vez que é menos refinado e é mais natural. Enquanto 1 g de sal refinado tem 400 mg de sódio, a mesma quantidade de sal do Himalaia possui 230 mg.

Alecrim

Muito aromático e de sabor intenso, o alecrim é uma erva com ação antioxidante, anti-inflamatória e antibacteriana. Vai muito bem com molhos, carnes e preparos ensopados.

Manjericão

Queridinho da culinária mediterrânea, o manjericão é muito saboroso e aromático, sendo muito usado na preparação de molhos e para acompanhar massas e carnes no geral. Além disso, ele possui ação antioxidante e anti-inflamatória, além de melhorar o circulação sanguínea.

Limão

Além do suco, o limão é um tempero perfeito para peixes e saladas. Também vai bem com frango e carne suína. Além de trazer acidez e ser refrescante na comida, o limão ajuda a melhor nosso sistema imunológico, melhora a digestão e regula a absorção de açúcares.

Pimenta

A pimenta, seja qual for, é um tempero chave da culinária brasileira. Por ser muito saborosa, pode substituir o sal em temperos de peixes, aves, carnes, saladas, sopas e por aí vai. Possui efeito termogênico, estimulando o metabolismo, é antioxidante, anti-inflamatória e auxilia na digestão e funcionamento do sistema imunológico.

Gengibre

O gengibre tem um sabor bem acentuado, que quando usado adequadamente enriquece muito o sabor da comida. Ele tem propriedades digestiva, diurética e antisséptica, além de agir como regulador da circulação geral do corpo. Pode ser usado na preparação de sopas, caldos, ensopados, carnes e também em sucos, trazendo um sabor único e aroma inconfundível.

Alho e cebola

O alho e a cebola são os melhores amigos dentro da cozinha. Por serem muito saborosos, aromáticos e versáteis, então em quase tudo que fazemos hora de cozinhar. Além disso, são antioxidantes e anti-inflamatórios, além de ajudarem na circulação sanguínea, combaterem a gripe e resfriados e favorecerem o funcionamento do sistema imunológico.

Coentro

De gosto e cheiro muito fortes, o coentro não agrada a todos, a gente sabe. No entanto, ele é uma ótima saída para preparações sem ou com pouco sal, principalmente para peixes, caldos e saladas. Rico em vitaminas A, C e B, o coentro também auxilia na digestão e no bom funcionamento do sistema nervoso.

Louro

Extremamente saboroso, o louro vai bem com carnes, ensopados, feijões e outras preparações com grãos. Com ações antioxidante, anti-inflamatória e analgésica, também auxilia na digestão, alivia dores e ajuda a regular o fluxo menstrual das mulheres.

Fonte: https://www.terra.com.br/

 

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentos, Salgados

Quibe de forno

Quibe é gostoso, fácil e versátil! Para congelar e servir durante a semana é maravilhoso!

receita-de-kibe-de-forno-3

INGREDIENTES

  • 1 xícara (de chá) de trigo para quibe ( (deixado de molho em bastante água por 4-12 horas para hidratar),)
  • 500 gr de carne moída
  • 1 cebola pequena em cubos pequenos ou raladinha
  • As folhas de 1 maço pequeno de hortelã fatiado finamente
  • 1 tomate sem semente em cubos pequenos

MODO DE PREPARO

  • Com o trigo já hidratado escorra em uma peneira toda a água e lave o trigo.
  • Aperte o trigo com as mãos afim de eliminar toda a água, pode apertar bastante para enxugar bem.
  • Transfira para um bowl grande o trigo e os demais ingredientes, tempere com sal, azeite e pimenta e amasse bem com as mãos até dar liga.
  • Agora você tem a opção de:
  • colocar em uma assadeira untada de azeite;
  • Formar os quibes colocando uma colherada generosa nas mãos, apertando para dar formato de quibe;
  • Passe sobre o quibe um fio de azeite e asse em forno médio-alto por 30-40 minutos, dependendo da altura que está seu quibe, quando ele começar ficar douradinho está pronto,

Fonte: https://www.acasaencantada.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentos, Aperitivos, Salgados

Dez alimentos ricos em carboidrato e os benefícios deste nutriente

Quem considera o carboidrato um vilão da dieta deve repensar este conceito. Para aqueles que querem uma vida saudável, rejeitá-lo pode ser um tiro no pé. É justamente a ingestão deste nutriente que dá a chance do “bom emagrecimento”, ou seja, aquele em que a perda de peso significa perda de gordura.

“A gordura é nosso estoque de energia. Se você não come carboidrato, que também é uma fonte de energia, seu corpo vai segurar a gordura para um momento de emergência e você vai perder músculos”, explica a nutricionista Mayra Madi. A questão é quanto e qual carboidrato comer.

De acordo com a nutricionista Luciana Harfenist, o consumo exagerado do carboidrato é o “mal nutricional do século”. Isso porque faz crescer índices de obesidade em todo o mundo, e pela relação direta que tem com a diabetes (afinal,“todo carboidrato é fonte de açúcar”, como lembra Mayra). Por isso, é preciso maneirar nas quantidades.

Agora, para que você inclua os carboidratos certos na sua dieta (não se esquecendo de moderar na quantidade), veja uma lista elaborada com a ajuda das nutricionistas Mayra Madi, Luciana Harfenist e Dalyla Formagine,  e reavalie sua rotina:

carboidrato-paes-385

Pães

Eles estão muito presentes na nossa alimentação, mas a dica principal é: sempre que possível, opte pelos integrais, preparados com farinhas especiais. Eles são cheios de fibras, o que vai nutrir melhor o seu corpo, além de ajudar com que a liberação de açúcar seja feita de forma mais lenta no sangue.

Mas como toda regra tem exceção, para atletas e pessoas com atividades físicas muito intensas, pode ser interessante comer produtos de carboidratos simples e farinhas refinadas, já que elas dão energia imediata, antes ou depois da atividade.

carboidrato-batata-doce-385

Batata-doce

Como tem baixo índice glicêmico, a batata-doce não libera pico de açúcar no sangue. Isso faz com que a pessoa fique mais bem-disposta do que se estivesse comendo um carboidrato simples.

Um pico muito grande de insulina, e a posterior queda dela muito rapidamente, gera cansaço. Por isso sentimos aquele sono depois do almoço quando comemos carboidratos simples em grande quantidade.

Outros benefícios da batata-doce é que não contém glúten e pode ajudar na compulsão do açúcar, já que o sabor adocicado é fruto de uma enzima que ela possui. Uma dica de Luciana é substituir o pão por batata-doce e preparar chips assados do alimento para o lanche.

carboidrato-arroz-385

Arroz

O branco, tradicional, é rico em carboidrato simples. Por isso, embora seja recomendado para atletas, por exemplo, deve-se tomar cuidado com a quantidade ingerida.

Já o integral é mais recomendado, mas como nem todo mundo se adapta ao sabor desta versão, Mayra sugere ir cozinhando porções de arroz integral e branco juntas para adquirir costume com o sabor. Já o arroz preto, que além de carboidratos é rico em flavonoides e fibras, é uma dica de Luciana para o preparo de risotos (neste caso, também substitua a manteiga por azeite).

carboidrato-batata-385

Outras batatas e tubérculos

São ricos em carboidratos, mas também em fibras. Uma boa maneira para aproveitar estes nutrientes é consumi-los assados ou cozidos. Nada de fritura – a não ser nos novos equipamentos que não usam gordura para isso.

Luciana explica que não é proibido misturar batatas a outras fontes de carboidrato, “contanto que o somatório total das porções esteja dentro das necessidades individuais. Por exemplo, se você ingere duas colheres de sopa de arroz, pode tranquilamente dividir a porção entre uma colher de sopa de arroz mais uma de batata”, diz.

carboidrato-aveia-620

Cereais

Quinoa, amaranto, aveia e outros cereais são ricos também em proteínas, o que ajuda a metabolizar o colesterol, diz Mayra.

A quinoa, por exemplo, foi declarada alimento do ano em 2013 pela Organização das Nações Unidas (ONU) por ser riquíssima em aminoácidos. Como fonte de carboidrato, pode substituir no dia a dia os nutrientes mais simples.

Uma sugestão de Luciana é criar em casa sua própria granola, com flocos de quinoa, amaranto e milho, além de nozes e amêndoas, que podem ser misturados em receitas de lanches e café da manhã.“Aumentar os nutrientes ‘lentifica’ a absorção de glicose”, explica.

carboidrato-milho-385

Milho

Segundo Mayra, milho é carboidrato, e por isso é preciso tomar cuidado com misturá-lo com outras fontes deste mesmo nutriente. Ele tem ainda bastante fibra, que é interessante para aumentar a saciedade.

E por não ser um alimento processado, acaba não trazendo em sua composição elementos químicos que fazem mal à saúde.

carboidrato-mel-385

Mel

Ele é rico em energia, com carboidratos como glicose e sacarose, além de poder ser funcional(quem é que não lembra dele na hora da gripe?), mas sua ingestão precisa ser feita com cuidado pois também é fonte abundante de açúcar e calorias.

alimentos-moda-getty-620

Tapioca

Segundo Dalyla,é uma fonte boa de carboidrato porque tem baixo índice glicêmico e libera a glicose de forma mais lenta do que o pão simples, por exemplo.

No entanto, é preciso tomar cuidado com os recheios e evitar os muito doces e calóricos. Uma unidade, preparada com três colheres de sopa da goma, é uma boa opção para lanches e café da manhã.

carboidrato-massa-620

Massas

Uma sugestão de Luciana é preferir as massas de grão duro e o preparo Al dente (quanto mais o macarrão desmancha, mais aumenta a absorção dos carboidratos).

Além disso, assim como acontece com os pães, o macarrão integral é melhor do que a massa simples.

A nutricionista Dalyla orienta a prestar atenção nos molhos: muitas vezes, são eles que deixam os preparos hipercalóricos. “Sempre dê preferência aos molhos mais naturais, feitos em casa”, diz.

carboidrato-bolo-620

Bolos

Os bolos fazem parte da rotina de lanches e sobremesas do brasileiro. Uma boa forma de incluí-los na dieta é adicionar algum farelo que tenha fibras no preparo. No de banana, por exemplo, adicionar aveia.

Assim, as fibras atrapalham a rápida absorção da glicose e ajudam a menor ingestão dos carboidratos, por tirarem espaço deles na receita e por promoverem saciedade.

Fonte; http://gnt.globo.com

 

Deixe um comentário

Arquivado em Alimentos, Dietas, Novidades