Arquivo da categoria: Dicas

Benefícios do vinagre

AADGg2y

Quando o assunto é economizar, as receitas caseiras são mais do que aliadas: elas podem certamente salvar quem está em apuros. Seja por conta de uma mancha no carpete ou o ralo entupido, os benefícios do vinagre para esse tipo de situação são muitos.

Alguns dos ingredientes utilizados nas receitas são simples e facilmente encontrados em casa. O bicarbonato de sódio, por exemplo, é um componente versátil e muito utilizado tanto na cozinha quanto para resolver problemas simples, desde eliminar odores até mesmo desentupir ralos. Somado ao vinagre, torna-se um componente muito útil, resultando em uma solução potente que pode acabar com muitos problemas como os citados abaixo.

Os vinagres utilizados na maioria das receitas variam entre o branco e o de maçã, mas, essencialmente, não há diferença. Experimente utilizar os dois ou o que estiver à mão. Os benefícios do vinagre nesse caso são muitos para os dois tipos. Além disso, separamos também algumas dicas específicas para lavar roupa com vinagre que você vai adorar.

Confira abaixo os principais benefícios do vinagre para a sua casa

teclado

1-Tire a poeira de computadores e outros aparelhos

O computador, a impressora e outros equipamentos de escritório vão funcionar melhor se foram mantidos limpos e sem poeira. Antes de começar a limpeza, assegure-se de que o equipamento esteja desligado. Então, num balde pequeno, misture vinagre branco e água em partes iguais. Umedeça um pano limpo com a solução — jamais use borrifador, pois não é conveniente que o líquido atinja os circuitos internos — e, depois de torcê-la ao máximo, inicie a limpeza. mantenha alguns cotonetes à mão para retirar a sujeira de reentrâncias e locais mais estreitos (como em torno das teclas do computador)

colar

2-Aplique no cromo e no aço inoxidável

Para limpar os objetos cromados e de aço inoxidável de dentro de casa, aplique uma camada leve de vinagre branco puro com um borrifador. Esfregue com uma flanela para dar brilho.

ralo

3-Desentupa e desodorize os ralos

canetas
6-Apague marcas de canetas esferográficas 

O jovem artista acaba de decorar a parede pintada da casa com um original feito a caneta esferográfica? Não perca a calma. Em vez disso, passe uma esponja ou pano umedecido com vinagre branco puro na “obra-prima”. Repita a operação até as marcas sumirem. Depois, saia e compre uma boa tela para a criança pintar.

adesivos

7-Descole adesivos, decalques e etiquetas

Para remover adesivos ou decalques afixados nas paredes ou nos móveis pintados, simplesmente sature os cantos e as laterais do adesivo ou do decalque com vinagre branco puro para retirá-lo. Raspe com cuidado. Remova qualquer resíduo com mais vinagre. Aguarde 1 ou 2 minutos e, depois, passe um pano limpo. Isso também serve para remover etiquetas de preços e outros adesivos colados em vidro, plástico ou outras superfícies.

closet

8-Revigore um closet bolorento

“Isto não está me cheirando bem…” Se estiver falando do seu closet, faça o seguinte: primeiro, esvazie-o, depois, passe nas paredes, no teto e no chão um pano umedecido com uma solução de 1 xícara de vinagre e outra de amônia e 1/4 de xícara de bicarbonato de sódio em 4 litros de água. Mantenha o closet aberto e deixe o interior secar bem antes de recolocar as roupas e outros objetos no lugar.  Se o cheiro de mofo persistir, coloque dentro do closet um pequeno recipiente com areia sanitária. Substitua a areia regularmente até o odor desaparecer.

tapetes

9-Restaure os tapetes

Se os tapetes ou carpetes estiverem com aparência gasta e encardida de tanto uso ou pelo excesso de brincadeiras das crianças com blocos, caminhõezinhos e outras coisas desse tipo, dê-lhes nova vida esfregando-os com uma vassoura de pelos limpa mergulhada numa solução de 1 xícara de vinagre branco em 4 litros de água. A trama vai tomar ares novos, e nem é preciso enxaguar a solução.

gordura

10-Acabe com as manchas de gordura

Elimine as manchas de gordura da bancada ou da mesa da cozinha passando um pano umedecido numa solução de vinagre branco e água em partes iguais. Além de remover as manchas de gordura, o vinagre neutraliza os odores existentes (quer dizer, depois que seu próprio aroma tiver evaporado).

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas, Informações, Novidades, Sem categoria

A importância do ferro e onde encontrá-lo

shutterstock_399901789

Presente no prato do cotidiano brasileiro, o feijão é uma das fontes mais conhecidas de ferro, um mineral substancial para o funcionamento do organismo que, quando em falta, pode levar à anemia e a disfunções do sistema imunológico. “Estudos nos levam a pensar que tanto a sobrecarga quanto a deficiência de ferro resultam em mudanças prejudiciais na resposta imune, isso porque o ferro é essencial ao crescimento de micro-organismos, mas também constitui proteínas necessárias para a destruição de subtâncias infecciosas”, aponta a nutricionista Muriely Verdin.

Dentre as funções do mineral, também estão o transporte de oxigênio, síntese de DNA, produção de energia, a formação do sangue e o desenvolvimento neurológico em embriões. Além do feijão, outras fontes do nutriente são carne vermelha, principalmente vísceras, como fígado e miúdos; carne de aves e de suínos, mariscos, peixes, folhas de cor verde escura e legumes.

Porém existem algumas diferenças entre as fontes animais e vegetais. O ferro que vem das carnes, também chamado de ferro heme, é absorvido cerca de duas a três vezes mais do que o mineral vegetal, chamado de inorgânico ou não heme. Nos alimentos de origem animal, de 30% a 70% do ferro é heme. Ele é encarregado das principais funções do nutriente, como a formação das células sanguíneas. “Porém, é importante lembrar que tanto o ferro heme e não heme obtidos por meio do alimento podem virar ferro heme dentro do nosso organismo, pois após a absorção ambos seguem o mesmo trajeto metabólico”, afirma a nutricionista.

Mas mesmo que não seja assimilado com tanta eficiência quanto o ferro heme, a versão inorgânica também oferece vantagens. “O ferro não heme é a forma que mais consumimos. Ele é encontrado em diferentes concentrações em todos os alimentos de origem vegetal”, aponta o nutricinista Lucas Oliveira.

A grande diferença é que o processo de transformação do mineral oriundo dos legumes confere a redução da fórmula do ferro inorgânico, enquanto o tipo heme é absorvido intacto, o que leva a uma maior absorção – de 20 a 30% da quantidade presente no alimento. “A absorção do ferro presente na dieta é influenciada pela quantidade, pela forma química do ferro presente, pelo consumo na mesma refeição de alimentos contendo fatores facilitadores ou inibidores da absorção do ferro, além do estado de saúde e estado nutricional de ferro do indivíduo”, aponta Lucas.

Mas antes de dizer que vegetarianos devem passar a comer carne devido ao alto fornecimento do ferro em produtos animais, existem nutrientes que colaboram para o processo de absorção. Em primeiro lugar, o bom funcionamento do aparelho digestivo é o principal fator. Também é possível combinar alimentos ricos no mineral para aumentar a proporção assimilada pelo intestino. “A vitamina C, presente em frutas cítricas como o limão, laranja, acerola e caju, e a proteína animal são os nutrientes que mais aumentam a absorção de ferro não heme, em aproximadamente quatro vezes”, afirma Muriely. Outros nutrientes que também otimizam a captação do ferro são vitamina A e beta caroteno, presentes em alimentos como manga, cenoura, abóbora, espinafre e ovos. Ainda mais, as ferramentas culinárias também podem colaborar. Pode parecer crença da vovó, mas estudos comprovam que cozinhar em panela de ferro pode oferecer maiores concentrações do nutriente ao corpo. Essa descoberta é antiga, uma vez que uma pesquisa publicada periódico científico Journal of Food Science atestou a máxima em 1991.

Fonte: revistacasaejardim.globo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas, Informações

Como congelar a carne vermelha

como-congelar-carne-vermelha

Antes de congelar

1) O cuidado com a carne vermelha começa antes mesmo de congelá-la, lá no supermercado. Quando você estiver fazendo suas compras, já comece a pensar no tempo e na organização. Deixe para escolher as peças de carne, sejam elas resfriadas ou congeladas, no final das compras. Assim, você impede que elas fiquem muito tempo no carrinho, o que pode prejudicar o estado do alimento

2) Se você vai de carro até o mercado, leve uma bolsa ou caixa térmicapara transportar a carne até a sua casa.

Decida entre a geladeira e o congelador

1) Assim que chegar em casa, você deve decidir o que ficará na geladeira e o que irá para o congelador. Normalmente, deixamos as peças que vamos usar em até 2 dias na geladeira e o resto deve ser congelado. Faça essa separação assim que você chegar do mercado: analise e pense muito bem na quantidade.

2) Uma vez a carne estiver na geladeira, ela deverá ser consumida em poucos dias. O ideal é separar peças para a semana e o resto das compras serem conservadas no congelador.

Congelando a carne

1)Dê preferência para as peças de carne menores e não tempere-as antes de congelar. Além disso, faça uso de potes hermeticamente fechados e sacos abre e fecha (tire o máximo de ar possível desses saquinhos).

2) Você também pode congelar pedaços já prontos de carne: é só preparar a peça no forno ou frigideira e congelar em potes bem fechados. Bifes à milanesa também podem ser preparados e congelados somente para fritar. Sempre lembrando de embalar muito bem, não deixando o ar entrar em contato com a carne.

3) Organize seu congelador de uma forma prática e saiba muito bem o que você congelou. Separe os pedaços de carne em porções pequenas, coloque em sacos ou potes e use adesivos com os nomes e a data de validade. Se as peças de carnes já vieram assim do supermercado, é só levar para o congelador!

Fonte:www.terra.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Carnes, Dicas

Azeitona verde e preta são diferentes

azeitona-no-supermercado-1555974989584_v2_900x506

Além de um sabor bem característico, elas fornecem muitos benefícios ao prato. Por serem ricos em gorduras monoinsaturadas, os frutos da oliveira têm a capacidade de baixar o LDL, o colesterol ruim que coloca as artérias em risco, e ajudam a elevar as taxas do bom colesterol, o HDL, que faz bem para o corpo. Além disso, eles contam com uma alta concentração de substâncias antioxidantes que também auxiliam na prevenção de problemas cardíacos e combatem o envelhecimento precoce. E os ganhos oferecidos por esse alimento não param por aí, ele ainda tem ação anti-inflamatória, melhora o sistema imunológico, auxilia o funcionamento do intestino e, segundo estudos recentes,ainda preserva a memória. Veja como escolher a melhor opção no supermercado para obter todos esses ganhos…. –

Entre a verde e a preta as diferenças são bem pequenas

Elas são variações da maturação do mesmo fruto que começa verde, se torna amarelo e, por fim, fica preto. Ou seja, quanto mais escura, mais tempo ficou amadurecendo na oliveira. Isso faz com que a verde apresente um gosto mais acentuado e seja mais firme, enquanto a preta seja mais macia e tenha um sabor mais adocicado. Nutricionalmente elas são bastante parecidas, mas a preta é mais gordurosa e ligeiramente mais calórica. No entanto, a verde, quando em conserva, tem um pouco mais de sódio.

As lights são indicadas para quem precisa controlar a ingestão de sal.

Ao contrário do que muita gente pensa, esse termo nem sempre se refere à quantidade de calorias. No caso das azeitonas, ele diz respeito à dose de sódio, o que faz com que essa variedade seja uma boa opção para quem tem pressão alta, por exemplo.

As recheadas valem uma consulta ao rótulo

Os produtos vendidos com ou sem caroço são similares, já as recheadas apresentam diferenças, pois são feitas com diversos ingredientes, como pimentão, alho, anchova, salmão, presunto e queijo azul. Por isso, além de avaliar qual é o sabor que mais combina com o seu paladar e o seu prato, o ideal é conferir a tabela nutricional de cada uma delas antes de decidir qual irá colocar no carrinho, pois algumas apresentarão mais gorduras, outras mais carboidratos, sem contar a quantidade de sódio, que pode variar.

Confira a composição do líquido no qual a azeitona fica conservada

Algumas marcas utilizam apenas salmoura, ou seja, água e sal, enquanto outras lançam mão de acidulantes e conservantes, como ácido cítrico e láctico. Como o alimento não varia muito em relação à composição nutricional, é importante verificar a quantidade dessas substâncias em cada uma. De qualquer forma, vale a pena lavá-las em água corrente antes do consumo para diminuir a sua concentração de sal.

Outros itens para ficar de olho.

Se possível, escolha as chamadas “premium”que costumam ser as de melhor qualidade e prefira as azeitonas mais gordinhas,pois, quanto menor ela for, maior a chance de ser dura. Outra dica é procurar os produtos que já tenham no minimo dois meses de produção, pois, quanto mais tempo ela estiver na conserva, mais molinha ficará.

Informação nutricional

Azeitona verde

Porção 20 gramas (6 unidades)

Valor energético: 29,8 kcal

Gorduras totais: 2,86 gramas

Gorduras saturadas: 0,46 gramas

Fibras: 0,77 gramas

Sódio: 269,6 mg

Azeitona preta 

Porção 20 gramas (6 unidades)

Valor energético: 42 kcal

Gorduras totais: 4,08 gramas

Gorduras saturadas: 0,7 gramas

Fibras: 0,9 gramas

Sódio: 313 mg

Fontes: Adriana Piva, nutricionista do Hospital São Luiz Unidade Jabaquara; Cynthia Antonaccio, nutricionista e CEO da Equilibrium Latam, empresa especializada em consultoria em saúde e nutrição e marketing de saúde, ambos em São Paulo.

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas

Decoração para cozinhas

cozinha em L

Este tipo de cozinha permite bancadas de trabalho maiores e mais pessoas cozinhando ao mesmo tempo. Há várias soluções para evitar espaços mortos no encontro entre as duas paredes. As ferragens em formato de carrossel, que se projetam para fora do armário, são a solução menos econômica e mais tecnológica. Porém, a mais simples e barata ainda é guardar nessa área, dentro de prateleiras, os utensílios menos utilizados.

download

A parede junto à mesa não precisa estar revestida de cerâmica. Utilize aqui acabamentos como pintura, papéis de parede ou painéis de madeira. Decore as paredes ao redor com quadros, louças e acessórios.

mesa azul

Quadros e luminárias deixam a área da mesa mais aconchegante na hora das refeições e trazem um clima de sala de estar que pode surpreender na cozinha. Os pisos decorados funcionam como tapetes sob a mesa.

mesa vermelha

Escolha cadeiras com personalidade, seja na cor, no acabamento ou no desenho. Para otimizar o espaço no dia a dia e liberar a circulação, encoste a mesa na parede. Na hora de receber, ela pode ser desencostada para acomodar assentos extras.

Fonte: casavogue.globo.com/

Deixe um comentário

Arquivado em Decoração, Dicas, Sem categoria

Dicas de decoração para o Dia das Mães

Uma das comemorações mais importantes do ano é o dia das mães, por isso você precisa começar a planejar todos os detalhes que envolvem a festa. A decoração do  dia das mães deve ser feita de acordo com a personalidade e o estilo da mãe.

A decoração para o dia das mães pode ser realizada de maneira simples e sem gastar muito. Deve ser alegre e criativa.

Fonte: http://www.vivadecora.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Decoração, Dicas

Regras da boa visita para não fazer feio na casa dos outros

visitas

Gente!!!

Estamos no verão e com ele várias visitas em casa de praia, de campo e na cidade mesmo. Para recebermos estes hóspedes ou mesmo sermos um deles precisamos respeitar algumas regras. Até porque podemos correr o risco de não sermos mais recebidos ou não recebermos mais ninguém .

Seguem algumas:

1-O bom hóspede deve perguntar antes de comprar a passagem sobre a disponibilidade para o período e deve sair na data combinada. O anfitrião também pode estipular esta data, como: “venha passar um fim de semana”. Ficar esticando a estadia não é legal. E o ideal são três dias, no máximo.

2-Pergunte se precisa levar algo. Cabe ao anfitrião preparar a casa para receber, mas, se ele não tiver toalhas ou roupa de cama suficientes, pode falar numa boa para o hóspede trazê-las. Para as mulheres, um cuidado a mais com a maquiagem. Ninguém merece deixar a toalha borrada na casa dos outros.

3-Cada casa é um caso. Em geral, o anfitrião gosta de comprar quitetutes para receber bem e agradar o hóspede. Mas é de bom tom sempre perguntar antes de ir como será o esquema: se precisa levar algo ou se farão compras depois. Caso o anfitrião diga que não precise nada, insistir pode ficar chato. Neste caso, se tiver condições, pagar um jantar aos donos da casa, ou até algo simples como comprar o pão do dia, é gentil.

4-Levar algo para o dono da casa é sempre agradável. Não precisa ser nada caro. Pode ser um vinho, um azeite, algo regional ou até mesmo um doce gostoso que você faça. Vale muito mais a delicadeza do que o valor do presente.

5-Parece óbvio, mas muitas pessoas querem dormir até meio-dia como se tivessem num hotel. Tudo bem dormir um pouquinho a mais, mas entre no ritmo dos donos da casa. E também não fique andando de toalha ou pijama pela casa. Isso pode causar situações desconfortáveis.

6-Quando hospedado, vale também se atentar para deixar o quarto e banheiro que está usando em ordem. Arrumar a cama e as toalhas são atitudes básicas. Seja gentil com os empregados do seu anfitrião. E, se o dono não tem empregados, se ofereça para ajudar a lavar a louça e recolher o lixo, pelo menos

7-Acidentes podem acontecer, mas, se quebrou algo ou perdeu as chaves, conserte ou se ofereça para ajudar, inclusive financeiramente, na solução. Se for algo que já estava com problemas, provavelmente, o anfitrião dirá que não precisa, mas ao menos você foi educado e honesto.

8-Levar mais alguém sem avisar, nem pensar. Se tiver muita intimidade com o dono da casa e souber o tamanho no espaço, pode até pedir, mas antes. E leve alguém que seja uma companhia agradável. O bom senso é o melhor guia nestas situações, pois agregar na casa alheia pode ser muito inconveniente.

Fonte:oglobo.globo.com

                     SEJA O HÓSPEDE QUE VOCÊ GOSTARIA DE TER. 

                                           BOAS FÉRIAS!!!

OBS. As minhas estão maravilhosas aqui em Salvador!!Na casa da mana!

ferias

 

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas, Informações

Modelos de cozinhas

Sua cozinha é pequena? grande? difícil de decorar?

Calma que para tudo tem solução!!!

Olha que dicas de decoração e modelos de cozinhas

Fonte: www.vivadecora.com.br/

 

Deixe um comentário

Arquivado em Decoração, Dicas

Cactos e suculentas

 

22448538_1496670133792599_26404647399881450_n

Por precisarem de rega esporádica,  são as plantas ideais nesses tempos de escassez de água.
Necessitam de bastante sol… por isso, o melhor local para cultivá-las é em jardineiras ou vasinhos próximos à janelas, estando sempre protegidas da chuva.
Conheça algumas espécies e escolha as suas preferidas:

cactos 1

A Planta de Jade, também chamada de Árvore da Amizade… quando cultivada em vasos, toma a forma de uma árvore em miniatura. Exige poucos cuidados… sol pleno e pouca rega.

cactos 2

Ripsális ou cacto macarrão, ótima opção para a criação de jardins verticais. Deve ser cultivada em meia-sombra e as regas devem ser feitas em intervalos regulares.

cactos 3

A Lança de São Jorge é muito utilizada por sua praticidade e durabilidade… resiste ao ar-condicionado.

cactos 4

Rabo de Burro ou Dedinho de Moça… linda, se cultivada em vasos altos ou suspensos.

cactos 5

Orelha de Coelho ou Palma Brava… Suporta a falta d’água por um bom tempo e pode ser cultivado isoladamente ou juntamente com outras suculentas e cactáceas.

cactos 6

Famosa suculenta, a Echevéria ou Rosa de Pedra, tem a coloração verde, rosa ou acinzentada. Para o bom desenvolvimento, rega regular e sol pleno.

Agora que já sabe como cultivá-las, é hora de preparar a terra e criar um belo jardim!

Fonte: http://coisasdecasaetal.blogspot.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas

Dica super boa!

Adorei!!!!

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas