Arquivo da categoria: Novidades

5 dicas para apreciar vinho no verão

vinho

1- Focar em vinhos brancos é uma boa saída, já que podem ser servidos em temperaturas mais baixas, em torno dos 14 ºC.

2- Outra possibilidade é optar pelos espumantes, que são naturalmente refrescantes por conta de sua alta acidez.

3- Atente para o teor alcoólico do vinho. Quanto menor, mais saudável, leve e refrescante ele será.

4-O residual de açúcar é um item fundamental. Vinhos doces aumentam a sensação provocada pelo álcool e não são benéficos para a saúde. Os secos são opções melhores.

5- Para quem quer apreciar um vinho tinto, opte pelos Bordeaux ou Merlots brasileiros. A maioria dos tintos considerados leves possuem poucos taninos e resveratrol, substância antioxidante que atua na diminuição do colesterol. A uva Merlot possui taninos mais macios que a maioria, é saudável e deixa uma sensação mais leve e agradável no verão.

Fonte: https://revistacasaejardim.globo.com

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Acompanhamentos, Dicas, Novidades

Dez alimentos ricos em carboidrato e os benefícios deste nutriente

Quem considera o carboidrato um vilão da dieta deve repensar este conceito. Para aqueles que querem uma vida saudável, rejeitá-lo pode ser um tiro no pé. É justamente a ingestão deste nutriente que dá a chance do “bom emagrecimento”, ou seja, aquele em que a perda de peso significa perda de gordura.

“A gordura é nosso estoque de energia. Se você não come carboidrato, que também é uma fonte de energia, seu corpo vai segurar a gordura para um momento de emergência e você vai perder músculos”, explica a nutricionista Mayra Madi. A questão é quanto e qual carboidrato comer.

De acordo com a nutricionista Luciana Harfenist, o consumo exagerado do carboidrato é o “mal nutricional do século”. Isso porque faz crescer índices de obesidade em todo o mundo, e pela relação direta que tem com a diabetes (afinal,“todo carboidrato é fonte de açúcar”, como lembra Mayra). Por isso, é preciso maneirar nas quantidades.

Agora, para que você inclua os carboidratos certos na sua dieta (não se esquecendo de moderar na quantidade), veja uma lista elaborada com a ajuda das nutricionistas Mayra Madi, Luciana Harfenist e Dalyla Formagine,  e reavalie sua rotina:

carboidrato-paes-385

Pães

Eles estão muito presentes na nossa alimentação, mas a dica principal é: sempre que possível, opte pelos integrais, preparados com farinhas especiais. Eles são cheios de fibras, o que vai nutrir melhor o seu corpo, além de ajudar com que a liberação de açúcar seja feita de forma mais lenta no sangue.

Mas como toda regra tem exceção, para atletas e pessoas com atividades físicas muito intensas, pode ser interessante comer produtos de carboidratos simples e farinhas refinadas, já que elas dão energia imediata, antes ou depois da atividade.

carboidrato-batata-doce-385

Batata-doce

Como tem baixo índice glicêmico, a batata-doce não libera pico de açúcar no sangue. Isso faz com que a pessoa fique mais bem-disposta do que se estivesse comendo um carboidrato simples.

Um pico muito grande de insulina, e a posterior queda dela muito rapidamente, gera cansaço. Por isso sentimos aquele sono depois do almoço quando comemos carboidratos simples em grande quantidade.

Outros benefícios da batata-doce é que não contém glúten e pode ajudar na compulsão do açúcar, já que o sabor adocicado é fruto de uma enzima que ela possui. Uma dica de Luciana é substituir o pão por batata-doce e preparar chips assados do alimento para o lanche.

carboidrato-arroz-385

Arroz

O branco, tradicional, é rico em carboidrato simples. Por isso, embora seja recomendado para atletas, por exemplo, deve-se tomar cuidado com a quantidade ingerida.

Já o integral é mais recomendado, mas como nem todo mundo se adapta ao sabor desta versão, Mayra sugere ir cozinhando porções de arroz integral e branco juntas para adquirir costume com o sabor. Já o arroz preto, que além de carboidratos é rico em flavonoides e fibras, é uma dica de Luciana para o preparo de risotos (neste caso, também substitua a manteiga por azeite).

carboidrato-batata-385

Outras batatas e tubérculos

São ricos em carboidratos, mas também em fibras. Uma boa maneira para aproveitar estes nutrientes é consumi-los assados ou cozidos. Nada de fritura – a não ser nos novos equipamentos que não usam gordura para isso.

Luciana explica que não é proibido misturar batatas a outras fontes de carboidrato, “contanto que o somatório total das porções esteja dentro das necessidades individuais. Por exemplo, se você ingere duas colheres de sopa de arroz, pode tranquilamente dividir a porção entre uma colher de sopa de arroz mais uma de batata”, diz.

carboidrato-aveia-620

Cereais

Quinoa, amaranto, aveia e outros cereais são ricos também em proteínas, o que ajuda a metabolizar o colesterol, diz Mayra.

A quinoa, por exemplo, foi declarada alimento do ano em 2013 pela Organização das Nações Unidas (ONU) por ser riquíssima em aminoácidos. Como fonte de carboidrato, pode substituir no dia a dia os nutrientes mais simples.

Uma sugestão de Luciana é criar em casa sua própria granola, com flocos de quinoa, amaranto e milho, além de nozes e amêndoas, que podem ser misturados em receitas de lanches e café da manhã.“Aumentar os nutrientes ‘lentifica’ a absorção de glicose”, explica.

carboidrato-milho-385

Milho

Segundo Mayra, milho é carboidrato, e por isso é preciso tomar cuidado com misturá-lo com outras fontes deste mesmo nutriente. Ele tem ainda bastante fibra, que é interessante para aumentar a saciedade.

E por não ser um alimento processado, acaba não trazendo em sua composição elementos químicos que fazem mal à saúde.

carboidrato-mel-385

Mel

Ele é rico em energia, com carboidratos como glicose e sacarose, além de poder ser funcional(quem é que não lembra dele na hora da gripe?), mas sua ingestão precisa ser feita com cuidado pois também é fonte abundante de açúcar e calorias.

alimentos-moda-getty-620

Tapioca

Segundo Dalyla,é uma fonte boa de carboidrato porque tem baixo índice glicêmico e libera a glicose de forma mais lenta do que o pão simples, por exemplo.

No entanto, é preciso tomar cuidado com os recheios e evitar os muito doces e calóricos. Uma unidade, preparada com três colheres de sopa da goma, é uma boa opção para lanches e café da manhã.

carboidrato-massa-620

Massas

Uma sugestão de Luciana é preferir as massas de grão duro e o preparo Al dente (quanto mais o macarrão desmancha, mais aumenta a absorção dos carboidratos).

Além disso, assim como acontece com os pães, o macarrão integral é melhor do que a massa simples.

A nutricionista Dalyla orienta a prestar atenção nos molhos: muitas vezes, são eles que deixam os preparos hipercalóricos. “Sempre dê preferência aos molhos mais naturais, feitos em casa”, diz.

carboidrato-bolo-620

Bolos

Os bolos fazem parte da rotina de lanches e sobremesas do brasileiro. Uma boa forma de incluí-los na dieta é adicionar algum farelo que tenha fibras no preparo. No de banana, por exemplo, adicionar aveia.

Assim, as fibras atrapalham a rápida absorção da glicose e ajudam a menor ingestão dos carboidratos, por tirarem espaço deles na receita e por promoverem saciedade.

Fonte; http://gnt.globo.com

 

Deixe um comentário

Arquivado em alimentos, Dietas, Novidades

Gim tônica, o destilado do momento

G’vine floraison

AAHVWHS

Ingredientes

  • 3 framboesa
  • 50 mililitros de gim
  • 200 mililitros de água tônica
  • gelo
  • 1 bago de uva branca fatiado em lâminas

Modo de preparo

Coloque bastante gelo em um copo, misture para refrigerá-lo e escorra a água que se formar no fundo.

Adicione as framboesas e a uva branca.

Despeje o gim, depois a tônica e mexa com uma colher bailarina para evitar a perda de gás. 

Amázonni

amazonni

Ingredientes

  • 2 folhas de louro
  • 1 colher (chá) de pimenta rosa
  • 50 mililitros de gim
  • 200 mililitros de água tônica
  • gelo

Modo de preparo

Coloque bastante gelo em um copo, misture para refrigerá-lo e escorra a água que se formar no fundo.

Adicione as folhas de louro e a pimenta rosa.

Despeje o gim, depois a tônica e mexa com uma colher bailarina para evitar a perda de gás. 

Monkey 47

monkey

Ingredientes

  • 50 mililitros de gim
  • 200 mililitros de água tônica
  • gelo
  •  1 tira fina de casca de laranja-baía
  •  5 centímetros de fava de baunilha

Modo de preparo

Coloque bastante gelo em um copo, misture para refrigerá-lo e escorra a água que se formar no fundo.

Esprema a tira de laranja sobre o copo para retirar o sumo da casca.

Adicione a tira ao copo com a fava de baunilha.

Despeje o gim, depois a tônica e mexa com uma colher bailarina para evitar a perda de gás.

Hendrick’s

hendricks

Ingredientes

  • 50 mililitros de gim
  • 200 mililitros de água tônica
  • gelo
  • 2 fatias finas de pepino
  • 1 colher de chá de pétalas de rosa

Modo de preparo

Coloque bastante gelo em um copo e misture para refrigerá-lo.

Escorra a água que se formar no fundo.

Adicione o pepino e as pétalas de rosa.

Despeje o gim, depois a tônica e misture com uma colher bailarina para evitar a perda de gás.

Vitória Régia

vitoria regia

Ingredientes

  • 4 sementes de pimenta da jamaica
  • 4 sementes de zimbro
  • 50 mililitros de gim
  • 200 mililitros de água tônica
  • gelo
  • 1 rodela de mexerica desidratada

Modo de preparo

Coloque bastante gelo em um copo e misture para refrigerá-lo.

Escorra a água que se formar no fundo.

Adicione a mexerica, as sementes de pimenta-da-jamaica e de zimbro.

Despeje o gim, depois a tônica e misture com uma colher bailarina para evitar a perda de gás.

Receitas cedidas pelo bartender Rafael Minghini, do Periquita & Gin Club, em São Paulo. 

Fonte:https://www.msn.com

Deixe um comentário

Arquivado em Aperitivos, Bebidas, Novidades

Você vai dormir melhor se a cor do quarto for azul

Não subestime a cromoterapia. Cores têm um papel importante em nossas emoções e nosso subconsciente. Por isso, é importante considerá-las na hora de decorar sua casa, especialmente o quarto. Estudos mostram que as pessoas podem dormir melhor se a cor do quarto for uma específica em comparação a quartos de outras cores. Podem, inclusive, dormir por mais tempo.

quarto azul

Mas que cor do quarto é esta? Se você ainda não adivinhou pelas fotos, é o azul. E o motivo? Especialistas explicam que as glândulas de nossa retina são mais sensíveis à cor azul, que é mais associada à calma e tranquilidade. Quando nossos olhos capturam o azul, o cérebro recebe a mensagem para reduzir a pressão sanguínea e os batimentos cardíacos.

No entanto, um azul específico que não ajuda o cérebro na hora de dormir: o azul das telas dos eletrônicos. Neste caso, a luz azul impede o corpo de gerar melatonina, o hormônio que induz o sono. Por isso, tente evitar eletrônicos no quarto para descansar de verdade.

quarto azul 2

Azul é uma cor que pode combinar com diversos estilos de decoração. A cor é relaxante, desde os tons mais pálidos como azul-bebê até um índigo mais escuro, que traz a sensação do oceano.

Se você não tem coragem de pintar a parede de azul, pode incorporar a cor na cama ou na roupa de cama.

cama

Fonte:https://www.msn.com

Deixe um comentário

Arquivado em Decoração, Novidades

Sabor dos temperos

papel-parede-painel-adesivo-cozinha-tempero-diversos-01-D_NQ_NP_727416-MLB26263260397_102017-F

Açafrão– corante amarelo alaranjado para temperar e colorir arroz,risotos,paellas, usado também para acentuar o sabor de molhos e pães.

Curry– muito usado em pretos orientais. Serve também  para temperar frango, camarão e carne.

Coentro– indispensável nos pratos a base de peixes, camarões e frutos do mar em geral.

Cominho– seus grãos perfumam pães,queijos, salsichas e molhos.Um pouco de cominho corta o cheiro da cebola.

Erva doce– semente usada par pães,bolos,broas de fubá, biscoitos.

Gengibre- em pó, serve para bolos, biscoitos, pudins e pratos orientais.

Hortelã– não pode faltar no quibe, carne de carneiro, saladas, licores e doces.

Louro- usado em vinha-d’alhos, molhos, verduras, ensopados e conservas.

Manjericão– no preparo de peixes e crustáceos, carnes, saladas e legumes.Muito usado com tomates.

Manjerona– substitui o orégano. Excelente para tempero de carnes, aves, peixes e sopas.

Mostarda– em grãos é utilizada no preparo de piles, carnes em conservas. Em pó, usa-se em grande  variedade de pratos, dando-lhes sabor picante.

Noz moscada– tem sabor picante e adocicado. Perfeita para pudim de pão, pratos doces e salgados, bebidas quentes.

Orégano– indispensável para pizzas e outros pratos italianos, molhos, bifes, churrascos,legumes, etc…

Páprica– pó vermelho,doce e picante, para molhos e temperos de aves e peixes.

Pimenta do reinobranca para pratos claros e preta em vinha-d’alhos.

Fonte: Revista Criativa 1984

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Informações, Midia, Novidades

Benefícios do vinagre

AADGg2y

Quando o assunto é economizar, as receitas caseiras são mais do que aliadas: elas podem certamente salvar quem está em apuros. Seja por conta de uma mancha no carpete ou o ralo entupido, os benefícios do vinagre para esse tipo de situação são muitos.

Alguns dos ingredientes utilizados nas receitas são simples e facilmente encontrados em casa. O bicarbonato de sódio, por exemplo, é um componente versátil e muito utilizado tanto na cozinha quanto para resolver problemas simples, desde eliminar odores até mesmo desentupir ralos. Somado ao vinagre, torna-se um componente muito útil, resultando em uma solução potente que pode acabar com muitos problemas como os citados abaixo.

Os vinagres utilizados na maioria das receitas variam entre o branco e o de maçã, mas, essencialmente, não há diferença. Experimente utilizar os dois ou o que estiver à mão. Os benefícios do vinagre nesse caso são muitos para os dois tipos. Além disso, separamos também algumas dicas específicas para lavar roupa com vinagre que você vai adorar.

Confira abaixo os principais benefícios do vinagre para a sua casa

teclado

1-Tire a poeira de computadores e outros aparelhos

O computador, a impressora e outros equipamentos de escritório vão funcionar melhor se foram mantidos limpos e sem poeira. Antes de começar a limpeza, assegure-se de que o equipamento esteja desligado. Então, num balde pequeno, misture vinagre branco e água em partes iguais. Umedeça um pano limpo com a solução — jamais use borrifador, pois não é conveniente que o líquido atinja os circuitos internos — e, depois de torcê-la ao máximo, inicie a limpeza. mantenha alguns cotonetes à mão para retirar a sujeira de reentrâncias e locais mais estreitos (como em torno das teclas do computador)

colar

2-Aplique no cromo e no aço inoxidável

Para limpar os objetos cromados e de aço inoxidável de dentro de casa, aplique uma camada leve de vinagre branco puro com um borrifador. Esfregue com uma flanela para dar brilho.

ralo

3-Desentupa e desodorize os ralos

canetas
6-Apague marcas de canetas esferográficas 

O jovem artista acaba de decorar a parede pintada da casa com um original feito a caneta esferográfica? Não perca a calma. Em vez disso, passe uma esponja ou pano umedecido com vinagre branco puro na “obra-prima”. Repita a operação até as marcas sumirem. Depois, saia e compre uma boa tela para a criança pintar.

adesivos

7-Descole adesivos, decalques e etiquetas

Para remover adesivos ou decalques afixados nas paredes ou nos móveis pintados, simplesmente sature os cantos e as laterais do adesivo ou do decalque com vinagre branco puro para retirá-lo. Raspe com cuidado. Remova qualquer resíduo com mais vinagre. Aguarde 1 ou 2 minutos e, depois, passe um pano limpo. Isso também serve para remover etiquetas de preços e outros adesivos colados em vidro, plástico ou outras superfícies.

closet

8-Revigore um closet bolorento

“Isto não está me cheirando bem…” Se estiver falando do seu closet, faça o seguinte: primeiro, esvazie-o, depois, passe nas paredes, no teto e no chão um pano umedecido com uma solução de 1 xícara de vinagre e outra de amônia e 1/4 de xícara de bicarbonato de sódio em 4 litros de água. Mantenha o closet aberto e deixe o interior secar bem antes de recolocar as roupas e outros objetos no lugar.  Se o cheiro de mofo persistir, coloque dentro do closet um pequeno recipiente com areia sanitária. Substitua a areia regularmente até o odor desaparecer.

tapetes

9-Restaure os tapetes

Se os tapetes ou carpetes estiverem com aparência gasta e encardida de tanto uso ou pelo excesso de brincadeiras das crianças com blocos, caminhõezinhos e outras coisas desse tipo, dê-lhes nova vida esfregando-os com uma vassoura de pelos limpa mergulhada numa solução de 1 xícara de vinagre branco em 4 litros de água. A trama vai tomar ares novos, e nem é preciso enxaguar a solução.

gordura

10-Acabe com as manchas de gordura

Elimine as manchas de gordura da bancada ou da mesa da cozinha passando um pano umedecido numa solução de vinagre branco e água em partes iguais. Além de remover as manchas de gordura, o vinagre neutraliza os odores existentes (quer dizer, depois que seu próprio aroma tiver evaporado).

Deixe um comentário

Arquivado em Dicas, Informações, Novidades, Sem categoria

Tipos de probióticos

probióticos-833x472

Você sabe o que o iogurte e o chucrute têm em comum? Ambos são ricos em probióticos, micro-organismos vivos que, ao serem ingeridos, promovem o equilíbrio da microbiota intestinal – ou seja, contribuem para a saúde do intestino, auxiliam na digestão e facilitam a absorção de nutrientes pelo organismo. Fazem parte dessa categoria vários fermentados à venda no mercado, como iogurtes e subprodutos da soja (missô e outros). Ao lado destes, há alternativas de fabricação caseira ou artesanal, como o kefir e o kombuchá, que caíram no gosto dos que procuram uma alimentação saudável.

Por serem alimentos vivos, Lucas Montanari, da Com Ciência Saúde, orienta a iniciar o consumo em poucas quantidades, para não correr o risco de mal-estar. “Cada corpo tem uma sensibilidade, então recomendo sempre começar com 50 ml e ver como a pessoa reage”, afirma. Conheça abaixo alguns desses alimentos probióticos:

1. Iogurte
Como a coalhada, o iogurte é um dos probióticos mais populares. Os naturais levam só leite e fermentos lácteos. Além do consumo in natura, podem ser usados em receitas doces e salgadas, pães…

2. Vegetais fermentados
Categoria vasta, abrangendo diversos tipos de verduras e legumes. Dentre os mais tradicionais estão o kimchi da foto, conserva coreana e picante de acelga, além de sauerkraut, chucrute e minipepinos franceses (cornichons). Para promover a lactofermentação, pode-se usar soro de kefir ou de iogurte.

3. Leites fermentados
A categoria se popularizou com a marca japonesa Yakult, mas hoje há opções de diversos fabricantes e preços. Neste caso, usa-se o leite desnatado misturado com açúcar e fermento lácteo, os lactobacilos vivos, para se obter uma bebida de cor clara, sabor adocicado e uma acidez bem agradável. Na linha caseira, há o kefir, feito com leite fresco fermentado com grãos de kefir, micro-organismos unidos em um conglomerado branco parecido com uma couve-flor. Como ocorre com o levain, o fermento natural para pães, os grãos de kefir não estão à venda em mercados convencionais – costumam passar de pessoa para pessoa por meio de doações.

4. Natto
O natto é um tipo de conserva tradicional japonesa elaborada com grãos de soja fermentados. Na cultura oriental, é costume consumir o natto no café da manhã acompanhado de arroz. Os grãos mantêm seu formato e a mistura adquire uma consistência pegajosa, de aroma bem forte: não é o tipo de comida que agrada a todos os paladares.

5. Kombuchá
Bebida carbonatada elaborada com chá adoçado (em geral, preto). É produzida de maneira artesanal a partir de uma colônia de micro-organismos que, aglomerados, adquirem a aparência de uma panqueca translúcida. O processo leva alguns dias, com uma possível segunda fermentação na garrafa e a adição de sucos e outros agentes de sabor.

Fonte revistacasaejardim.globo.com

Deixe um comentário

Arquivado em Novidades

Benefícios da maçã

Deliciosa e acessível, a fruta traz muitos mais benefícios do que você imagina.

maça

Segundo um antigo ditado popular inglês, “an apple a day keeps the doctor away” (uma maçã por dia lhe deixa longe do médico). Mas será que realmente existem tantos benefícios em uma fruta tão comum como a maçã?

Na verdade, como na época em que o provérbio foi criado “apple” era o nome de qualquer fruta redonda que crescia em árvores, o significado é mais amplo. Mas, sim, existem vários benefícios na maçã. Confira:

Previne o mal de Alzheimer

A maçã contém quercetina, um poderoso antioxidante que, em ratos, protege os neurônios da degeneração e pode fazer o mesmo em seres humanos. A casca é rica em substâncias que combatem doenças.

Protege contra o câncer de cólon

Quando fermenta no cólon, a fibra natural da maçã produz substâncias químicas que ajudam a combater a formação de células cancerosas, de acordo com pesquisas recentes na Alemanha.

Outros estudos mostraram que as procianidinas, tipo de antioxidante encontrado na maçã, desencadeiam uma série de sinais celulares que resultam na morte de células cancerosas.

Estabiliza a glicemia

A maçã é rica em fibra solúvel, o que retarda a digestão e a entrada da glicose na corrente sanguínea. Pesquisadores descobriram que mulheres que comeram pelo menos uma maçã por dia tiveram probabilidade 28% menor de desenvolver diabetes do que as que não o fizeram.

Promove a saúde das gengivas

Há muito tempo se diz que a maçã é a escova de dentes da natureza. Embora comer maçã não limpe os dentes, morder e mastigar a maçã estimula as gengivas, e a doçura da fruta aumenta o fluxo de saliva, o que reduz as cáries ao diminuir a quantidade de bactérias na boca.

Ajuda a mantê-lo magro

A maçã é rica em água e fibras, então o estômago vai querer menos comida. Além disso, estudos mostraram que quem come pelo menos três maçãs por dia perde peso.

Ajuda a prevenir doenças cardiovasculares

Uma maçã fresca é o lanche ideal. A maçã é rica em flavonoides, antioxidantes que auxiliam na prevenção de doenças cardiovasculares – mas é preciso comer a casca.

Além disso, adultos que comem maçã têm 37% menos chance de ter hipertensão arterial.

Combate o colesterol elevado

A maçã é pobre em calorias e rica em pectina, fibra solúvel que ajuda a baixar o nível do LDL-colesterol (que danifica as artéria) ) no sangue.

Dicas de consumo:

Apesar dos benefícios, como a maçã é vulnerável a larvas, vermes e outros insetos, recebe aplicações de pesticidas. Sempre lave bem as frutas antes de comê-las e, no caso das maçãs enceradas (de brilho intenso), descasque; a cera pode impedir que a lavagem retire os resíduos de pesticida.

Por fim, outra dica é escolher maçãs menores: as maiores amadurecem e passam do ponto mais depressa.

Fonte: http://www.selecoes.com.br

Deixe um comentário

Arquivado em Novidades

Tchau açúcar refinado!

Conheça outros adoçantes naturais.

cc46_mercadinho_01

O pó branco mais viciante do mundo fica guardado no armário de bilhões de pessoas, pronto para ser usado várias vezes ao dia. É o açúcar de mesa, obtido da extração do caldo de cana fervido, concentrado e refinado. Nada contra adoçar a vida: somos incapazes de viver sem glicose, a substância química presente em carboidratos e açúcares. Mas, nos últimos anos, passamos a usar o açúcar branco em quase todo tipo de preparo. Para chegar branquinho ao supermercado, o açúcar da cana (composto de sacarose, união entre glicose e frutose) é purificado até perder vitaminas e sais minerais, o que faz com que ele seja chamado por especialistas de fonte de “caloria vazia”. Há outras opções. Adoçantes naturais puros são ricos em nutrientes e acrescentam um sabor diferente às receitas. A regra de ouro na hora de escolher é simples: quanto menos refinado o produto, melhor para a saúde. Confira abaixo algumas das alternativas ao açúcar comum.

1 AÇÚCAR DE COCO É obtido do néctar das flores do coqueiro. Muito usado no Sudeste Asiático, é um bom substituto para o açúcar convencional, por apresentar um índice glicêmico mais baixo (demora mais para se transformer em glicose no sangue, o que evita picos de hiperglicemia). Tem sabor levemente tostado (lembra açúcar mascavo), e é rico em vitaminas e sais minerais.

da cana ainda bem presente. Contém muito potássio, niacin (vitamina B3), vitamina B6 e é rico em ferro, bom para evitar anemia.

3 XAROPE DE AGAVE Produzido a partir da seiva de diferentes espécies de agave, planta suculenta que também dá origem à tequila, é mais doce que a maioria dos xaropes. Contém frutose e tem baixo índice glicêmico, mas não deve ser consumido em excesso, pois pode elevar os níveis de triglicerídeos (tipo de gordura).

4 XAROPE DE BORDO Chamado de maple syrup nos EUA e no Canadá, é uma calda de aroma floral obtida da seiva do bordo, usada como adoçante em panquecas e diversos outros preparos. Essa forma de adoçar veio dos índios da América do Norte, que raspavame depois ferviam a seiva de árvores nativas para usar em seus alimentos.

5 MEL Cheio de propriedades, o mel é quase tão usado em tratamentos caseiros quanto na culinária. Estudos apontam que ele tem ação antimicrobiana, antifúngica e antioxidante, e reforça o sistema imunológico. Os tipos de mel geralmente encontrados no mercado são produzidos por abelhas com ferrão (Apis mellifera) e são mais calóricos que o açúcar comum. Abelhas nativas brasileiras, sem ferrão, também produzem mel, de textura mais líquida e sabor mais ácido.

Fonte: revistacasaejardim.globo.com/

 

Deixe um comentário

Arquivado em Doces, Informações, Novidades

Como tirar o açúcar da dieta?

Este post é para mim, com certeza!

acucar

O excesso de açúcar na dieta pode ser prejudicial à saude. Isso porque, além dos riscos de obesidade, o carboidrato pode causar cáries, diabetes, câncer e doenças cardíacas. De acordo com um estudo realizado pela Universidade de Queensland, na Austrália, o açúcar pode ser tão viciante quanto a cocaína. Em alta quantidade, ele aumenta os níveis de dopamina, o que diminui a produção dela pelo próprio corpo. Com isso, a necessidade de comer doce se torna ainda maior.

Mas falar sobre todos os males do açúcar é muito mais fácil que efetivamente retirá-lo da dieta. Conversamos com a nutricionista esportiva e funcional Daniela Carvalho, e trouxemos algumas dicas para quem quer diminuir seu consumo na dieta. Confira:

1 É preciso fazer uma programação neurológica
Nosso paladar está acostumado com o consumo exacerbado de doces e por isso, em primeiro lugar, é necessário regular essa vontade incluindo mais alimentos azedos e amargos. Esses alimentos estimulam outras áreas do paladar e como consequência, a pessoa ficar menos dependente do doce. “Você pode consumir, todos os dias, um limão espremido em jejum, por exemplo”, explica a nutricionista. É importante lembrar que não somente o açúcar refinado é prejudicial! Refrigerantes, sucos industrializados e alimentos processados precisam deixar de fazer parte do dia a dia.

Alimentos que podem ajudar nesse processo: própolis, gengibre, cacau, rúcula, agrião, espinafre e couve.

2 Inclua alimentos ricos em tirosina
A tirosina é um aminoácido que participa da formação da dopamina, neurotransmissor responsável pela sensação de satisfação e prazer. A castanha de caju, castanha-do-pará, nozes, cogumelo, brócolis, espinafre, cacau e couve são alguns dos alimentos ricos na substância. Invista!

3 Aumente o consumo de chás 
Chás também ajudam a controlar o desejo de comer doce. Principalmente o de hibisco, porque ele participa da metabolização da glicose. Você pode usar as combinações: gengibre, limão e hortelã; casca de laranja, canela em pau e gengibre; e chá verde, hortelã e limão.

4 Não troque o açúcar sempre por adoçantes
Ainda mais se forem industrializados, como o aspartame, sucralose e frutose. O ideal é fazer o processo de programação neurológica, como explicamos acima. Se for muito difícil beber sucos e chás no sabor natural, use ou xilitol, ou a taumatina ou o stévia, que são mais naturais. Para receitas como panqueca ou bolo, tente adoçar com frutas, como tâmara e até concentrado de maçã.

Fonte: revistacasaejardim.globo.com

 

Deixe um comentário

Arquivado em Doces, Informações, Novidades